canções

Essa é uma canção que eu escrevi em questão de dias, em noites que eu passei só pensando nela, enquanto ela me sufocava, quase que pedindo pra sair. Foram as noites mais belas, só eu e ela, nós dois a cantar.
Eu não tinha nada a perder, ela, nada a ganhar. Dois descompromissados, amantes amigos, desquitados da vida, pedindo por um recomeço, clamando por novos amores, declamando poesia em versos dos mais bregas que conheciam, pois eram assim que conheciam o som. Essa canção, eu fiz pensando nela e em cada momento que ela me fez desejar música, uma atordoante trilha de abertura, uma virtuosa faixa de aventura, uma deprimente e ainda revigorante canção de despertar. Ao fim do filme, a música teria seu próprio corpo, uma canção maior que eu, maior que ela, composta de nós dois. Nessa noite eu chorei música e ela dormiu juntinha, aqui, comigo, nós dois, despidos, abraçados em notas sentimentais.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *